Governador Sebastião Viana (PT), quer culpar o Governo Federal por sua suposta incompetência no gerenciamento do Estado do Acre



O governador do Estado do Acre, Tião Viana (PT), afirmou durante entrevista concedida à uma emissora local que não há garantias de que o Executivo consiga pagar os salários de dezembro e 13º salário do funcionalismo público.

Para o petista, nem mesmo os mais de R$ 150 milhões em recursos repatriados destinados ao Acre garantem a saúde financeira do Estado.

“Estou dia e noite tirando leite de pedra para conseguir resolver isso. Esse dinheiro que entrou é uma alento, mas não resolve nossa questão”, disse.

Viana afirmou que o Acre sofreu um intenso desequilíbrio nas contas públicas, sendo que perdeu em receita e aumentou a quantia que deve ser repassada à previdência.

“Perdemos de receber R$ 300 milhões por conta da isenção do imposto da linha branca. Para beneficiar o Sul e Sudeste, o governo federal sacrifica os estados do Norte”, disse.

O governador ressaltou, ainda, que o número de aposentados no Acre teve um aumento de 170%, sendo uma despesa de R$ 24 milhões por mês, cerca de R$ 300 milhões ao ano.
←  Anterior Proxima  → Página inicial